quarta-feira, 14 de março de 2018

Grandjó Late Harvest 2012


Sempre que bebo um Grandjó a primeira coisa que me vem à cabeça é o "mel" e algumas lembranças da minha infância intrinsecamente ligadas ao mel. As minhas férias de Natal, Páscoa e Agosto eram passadas na aldeia junto dos meus avós paternos. Lá havia sempre mel caseiro e os fins eram variados: mezinhas, doces, colocar nas feridas e melhor cicatrizar, misturar com bagaço, etc ou comer às colheradas como eu fazia.
E, naquela prateleira, ao lado do mel, havia sempre um Royal ou um Real Companhia Velha, um dos Portos favoritos do meu avô para o mata-bicho matinal...

Pois bem, a Real Companhia Velha proprietária da Quinta do Casal da Granja e de onde provém Grandjó Late Harvest 2012. E é precisamente o aroma e sabor a mel que mais depressa identifico neste Grandjó, em conjunto com uvas passas e notas cítricas, tudo numa doçura e untuosidade que enche o paladar de forma elegante e harmoniosa, com uma acidez refrescante e um final bastante longo.

Fez-me lembrar a infância. Mas não com saudade. Não com saudade porque com este Grandjó sinto que tenho agora mais infância do que enquanto ela decorria.

Ricardo Soares

Sem comentários:

Enviar um comentário